Projeto GNU

gnu

Animal-símbolo do projeto GNU

Desde 1971, quando trabalhava nos laboratórios de inteligência artificial do MIT, Richard Stallman fez parte de uma comunidade de programadores que distibuíam livremente seus códigos-fonte de programas. Mesmo em 1984, quando terminou seus trabalhos na instituição,Stallman continuou seu trabalho no próprio MIT por vários anos, graças ao consenso com as autoridades da instituição.

stallman

Stallman, criador do projeto GNU, O ambiente colaborativo que existia desde esta época entre diversos programadores em compartilhar seus códigos foi ideal para que Stallman idealizasse um movimento que apoiasse a liberdade de uso de software.

Assim, Stallman resolveu lançar as bases filosóficas do software livre, que fornecia liberdade dos usuários executarem, copiarem, distribuírem, estudarem, modificarem e aperfeiçoarem o software.

Além da manutenção da base ideológica do software livre, Stallman também se empenhou em colocar a idéia em prática. Neste sentido, ele tinha como projeto, criar um sistema operacional todo composto por código-fonte livre, visando abandonar todo software proprietário.

Surgiu assim, o projeto GNU, ou o início do movimento de software livre. Ele decidiu também que o S.O. seria compatível com Unix, de forma que fosse fácil de portar aplicativos e obter adeptos. Ele próprio desenvolveu dois grandes componentes que auxiliaram no projeto GNU: O emacs, 1979, escrito (quase que exclusivamente em LISP) foi a ambiente usado por Stallman para o desenvolvimento dos outros componentes; e o gcc, que é atualmente o mais popular compilador C.

No sentido de preservar legalmente o status de liberdade de software, Stallman, assistido por vários advogados, criou uma licença de uso de software denominada GNU GPL – (Licença Pública Geral GNU), ou simplesmente GPL. Assim, desenvolvedores que resolveram liberar seus códigos-fonte, puderam utilizar a licença GPL.

O kernel Linux, por exemplo, foi um dos que se licenciou sob a GPL.  No sentido de promover o software livre de forma mais eficiente, Stallman criou a Fundação do Software Livre  em 1985. A partir de então, várias pessoas (usuários e desenvolvedores) e instituições (empresas e governo) puderam se beneficiar e colaborar com o projeto: doando recursos financeiros, utilizando software GNU, hospedando e divulgando o seu projeto de software GNU, mantendo-se informado da filosofia e aspectos legais, etc.

Iniciativas que promovem o uso do Código Aberto

opensource_logo os3

Há também outras iniciativas que promovem o uso do código aberto, com a idéia de um melhor ambiente de desenvolvimento. Elas surgiram depois da FSF, algumas com atuação mais local e outras de nível internacional.

A OSI, Open Source Initiative – http://www.opensource.org – liderada por Eric Raymond, é um exemplo de instituição sem fins lucrativos que promove a abertura do código. Aqui no Brasil temos o Projeto Software Livre Brasil – http://www.softwarelivre.org – liderada pelo Governo Estadual do Rio Grande do Sul, já realizou vários eventos internacionais anuais, divulgando internamente os projetos nacionais e internacionais de Software Livre.

Creative Commons License
Projeto GNU by Projeto GNU is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial 2.5 Brasil License.
Based on a work at wiki.sintectus.com.

Anúncios

~ por catoze em 13 de abril de 2009.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: